Pesquisar

Como o Voluntariado beneficia a Alma e a sociedade

O coração agradecido encontrará bênçãos celestiais, em cada momento vivido.
A gratidão é o vinho da alma. Siga adiante. Embriague-se.
Rumi

Você já experimentou a alegria profunda de fazer a diferença na vida de alguém, sem esperar nada em troca? O voluntariado oferece essa experiência transformadora, beneficiando não apenas aqueles que recebem ajuda, mas também enriquecendo a vida de quem oferece. Neste artigo, exploramos os múltiplos benefícios do voluntariado, desde a promoção da saúde mental até o impacto positivo na sociedade.

A essência do voluntariado

Se formos em busca do significado original da palavra voluntariado veremos que ela vem do latim voluntas e significa “querer, de livre vontade”, com conotações implícitas do verbo também latino velle que significa “desejar”. A palavra também é sinônimo de livre arbítrio, escolha pessoal ou opção. Portanto, “voluntariado” implica o desejo de oferecer tempo, esforço, habilidades e boa vontade para a realização das mais variadas tarefas. Originalmente, parece que isso nos chega como um sentimento ou um desejo que quer e precisa ser livre e logo encontrar uma ação para se expressar no mundo.

E o que dizer da palavra “serviço”? A palavra é novamente original do latim, servitium, e os sinônimos frequentemente usados para descrevê-la são vocábulos como dever, trabalho, emprego ou mão de obra. Intrínseca a essa expressão está, portanto, a noção de fornecer algo a alguém e fazê-lo dentro de um determinado período de tempo e em vista de um resultado previamente acordado, em sua maioria de benefício mútuo para os envolvidos.  

O chamado para servir

O estado interior na consciência da pessoa que se oferece para fazer algo que não é obrigada a fazer, geralmente sem ter sido solicitado diretamente e sem esperar pagamento, surge em sua própria Alma como um impulso verdadeiro e inadiável.

As pessoas que passam por uma autêntica experiência de trabalho ou serviço voluntário percebem os muitos benefícios que vão ao encontro de todos os envolvidos e sobretudo para quem serve voluntariamente. Cada voluntário/a sentirá algo gratificante sempre que tiver a oportunidade de colocar em prática sua vontade de servir, onde quer que se esteja. 

Serviço altruísta e voluntariado se encontram no coração da Alma e não parecem dois temas separados ou vulneráveis ao debate sobre quem se beneficia do quê? A essência de tudo isso se revela em ações pragmáticas e úteis que sempre beneficiam o Todo e Tudo está incluído: as pessoas, a Natureza e todos os seres sencientes, ou seja, a própria Vida que sempre será eterna e abundante em suas dádivas.    

Quando observamos a quantidade de causas socioambientais e espirituais que precisam de ajuda e de apoio do voluntariado de quem desperta para seguir a própria bem-aventurança, o que mais importa é que o mundo precisa de mais bondade para ajudar a inspirar e incentivar ações compassivas.

Benefícios para a saúde mental e física

Segundo estudos realizados num centro científico em Harvard (Greater Good Science Center), o voluntariado tem impactos positivos sobre o bem-estar geral, incluindo benefícios para a saúde física e mental. Pesquisas mostram que as pessoas que se voluntariam regularmente sentem mais felicidade e satisfação intrínsecas, uma sensação que tem sido descrita como um “brilho caloroso”. Outros benefícios do voluntariado para a saúde podem incluir pressão arterial mais baixa, menor sensação de depressão e/ou menos sentimentos de estresse. 

A pandemia global trouxe à tona a questão de qual é o propósito da vida para muitas pessoas. Não há uma afirmação ou sugestão categórica de que o voluntariado seja uma solução completa para os sentimentos de desconexão ou isolamento, mas pesquisas mostram que ele ajuda a fortalecer a compreensão de que a vida tem significados mais profundos que transformam a condição de se ser apenas um eu isolado com seus próprios desafios existenciais a serem encarados. O voluntariado pode ser um caminho para que se veja o poder positivo que tais ações podem ter no mundo e restaurar a segurança interior e a autoconfiança. Às vezes, contribuir para algo maior que transcende o indivíduo pode ajudá-lo a encontrar seu caminho novamente.

Saber que existem causas espirituais sociais e/ou ambientais que dependem do apoio de indivíduos voluntários pode abrir espaço na consciência e despertar uma reconexão com o entusiasmo de se levantar e sair para servir ao mundo. Todos são importantes nessa hora e, caso alguém esqueça, o voluntariado pode ajudar para que cada pessoa se lembre disso.

Voluntariado em tempos de crise

Sentimentos de isolamento e/ou solidão podem levar a um declínio na saúde mental e o voluntariado também pode ajudar a mitigar essas experiências. Várias partes do processo de voluntariado criam oportunidades de conexão com as pessoas que trabalham numa organização ou instituição e com outros voluntários, e isso pode ser um ótimo ambiente para os introvertidos que podem se sentir tímidos para fazer amigos e aprofundar aprendizagens. Com o foco principal na realização das ações, cria-se o espaço/tempo para que cada um se conecte com o exercício do autoconhecimento, no ritmo em que se sente confortável. O fato de se estar envolvido com o trabalho voluntário também pode propiciar um sentimento de estar mais à vontade entre pessoas que compartilham de ideais e posturas que convergem entre si.  

Autodescoberta de talentos e dons

O desenvolvimento profissional e as oportunidades, independentemente da idade e da experiência que se tem, com a certeza ou não de qual carreira será seguida, podem ser expandidos, pois o voluntariado é uma ótima maneira de aprender e descobrir sobre uma ou várias áreas de interesse. Uma pessoa jovem pode servir para obter experiência em um campo e determinar se aquela é ou não uma área que deseja seguir. Por exemplo, está interessada em trabalho social? Talvez seja voluntária em um abrigo local. Interessada em aprofundar o autoconhecimento e expansão da consciência diante de uma crise espiritual?  Talvez possa ir ao encontro disso ao se voluntariar em uma escola, instituição ou grupo de trabalho que tenham o conhecimento e a experiência nesse campo. Interessada em sustentabilidade ambiental? Talvez se voluntariar para participar de campanhas de limpeza, plantio de árvores ou reciclagem.

Um benefício adicional no espaço de crescimento da carreira pode ser a oportunidade de estabelecer uma rede de contatos por meio de referências, cartas de recomendação e inclusão da experiência no currículo. Há inúmeras maneiras pelas quais o voluntariado no presente pode ajudar uma carreira futura. Se o indivíduo está estabelecido e satisfeito com a própria carreira, talvez possa se voluntariar para ser um mentor em um programa de mentoria, compartilhar a sabedoria de sua experiência profissional atual, de modo que outras pessoas possam aprender com ela, no espírito livre de dar-e-receber, pois como já disse um santo sábio, “é dando que se recebe.”

Exercício de liberdade, amor e gratidão

Uma última instância que merece ser mencionada é a de que o ato de servir voluntariamente pode despertar em cada coração humano o sentimento da gratidão. Ela é a nossa melhor atitude em relação à vida. É muito libertador ampliar a própria visão e ver que sempre há algo pelo qual vale a pena agradecer. Os benefícios do voluntariado são imensuráveis e afetam de modo benfazejo e transformador tanto quem recebe quanto quem doa. A gratidão é uma vibração curadora para o corpo, a mente e o espírito e um nobre motivo para iniciar uma ação voluntária e plena de boa vontade hoje mesmo. 

Chamada para ação

O mundo precisa de mais bondade, mais mãos dispostas a ajudar e mais corações abertos para amar. Se você sente o chamado para fazer a diferença, há inúmeras maneiras de se envolver. Busque oportunidades de voluntariado em sua comunidade ou acesse nossas modalidades de voluntariado e descubra como você pode contribuir. Lembre-se: cada ação conta, e juntos, podemos criar ações voltadas ao Bem Comum.

Por Sônia Café – Escritora, Co Fundadora e Colaboradora de Nazaré Uniluz.

Compartilhe esse artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram