Imensa gratidão a todos que passaram por aqui e deixaram seu depoimento para que, através do olhar de cada um de vocês, possamos transmitir um pouco do que é possível vivenciar em Nazaré Uniluz.
Para pesquisar, digite no campo “Filtrar” o seu nome (caso tenha deixado seu depoimento) ou tema para buscar partilhas específicas.

Partilhas


Fabiana em “Retiro de Fim de Ano” (jan/13)

11/01/2013

“As boas vindas a Nazaré me veio como uma flor, lilás majestosa no verdejante das folhas. Admirei suas cores, seu formato imponente, sua fragrância, sua beleza singular, reverenciei-a. Hoje, no último dia desse ano, fui buscá-la com meus olhos curiosos que outrora se deliciaram com aquela magnífica flor e não a encontrei. Ao me aproximar […]

Camila em “Retiro de Silêncio” (nov/12)

23/11/2012

“Motivou minha vinda a busca do meu verdadeiro eu, tentar me reencontrar. Me sinto calma. Cheguei um pouco desacreditada da proposta em si, muitas vezes senti vontade de gritar, mas algo dentro de todo o ambiente me acalmava.”

Leda Regina em “Retiro de Silêncio” (nov/12)

23/11/2012

“A prática da simplicidade voluntária fez-me sentir muito acolhida. O cuidado amoroso é sentido e percebido em cada canto visitado. Voltarei mais vezes e trarei pessoas com este mesmo propósito. Estou nutrida em todos os corpos mas principalmente no espiritual. Motivou minha vinda: o silêncio. Necessitava neste momento de purificação física e mental e de […]

Enio em “Retiro de Silêncio” (nov/12)

23/11/2012

“O local – campus – foi o que mais me agradou. Sinto-me muito feliz comigo mesmo pelo passo dado em participar do Retiro do Silêncio. A simplicidade, conceito um tanto adormecido, me tocou quando cheguei ao meu quarto… preciso reavaliar minhas gavetas interiores… Sentado no jardim me dei conta que o tempo não passa tão […]

Magda em “Retiro de Silêncio” (nov/12)

23/11/2012

“No inicio do retiro foi colocada a questão: por que o retiro de silêncio? Agora respondo simplesmente: para ficar comigo e me ouvir.”

José Roberto em “Retiro Viver em Grupo” (nov/12)

23/11/2012

“Tudo muito bom, além das expectativas para quem está começando a caminhar nas veredas do conhecimento. Acredito que temos de botar a mão na massa… literalmente, ou seja, plantar, colher, fazer aquilo que se sabe e se colocar como aprendiz para o todo.”