ARTIGO: Três elementos chaves em Mindfulness

com

11 de julho de 2017

Mindfulness se compõe de três elementos chave: intenção, atenção e atitude.

Intenção envolve saber porque estamos fazendo o que estamos fazendo: nossa visão, nossa aspiração. Intenção no contexto de Mindfulness não é a mesma coisa que se esforçar e se agarrar a certos resultados. Ao invés disso, como coloca o Professor de Meditação e Psicoterapeuta Jack Kornfield, “Intenção é a direção, e não o destino”. Nós caminhamos prontamente na direção que nossa intenção aponta, mas caminhamos levemente, com olhos, ouvidos e coração abertos.

O segundo componente fundamental de Mindfulness é a atenção, que envolve estar presente inteiramente no momento presente, ao invés de sermos constantemente puxados paro o passado ou futuro. Prestar atenção envolve observar e vivenciar nossa experiência momento a momento. O interessante é que, quando começamos a prestar atenção, percebemos que uma boa parte do tempo estamos “viajando”, sem presença. Por exemplo, quantas vezes você já leu uma mesma sentença porque não conseguiu assimilar o significado da primeira vez? Ou se dirigiu para algum lugar e não lembrava nada do percurso? A mente humana frequentemente é como uma “mente macaco”, pulando de pensamento em pensamento, como o macaco que pula de galho a galho.

Atitude é o terceiro componente de Mindfulness, que passa a acontecer quando aprendemos a cultivar nossa intenção de prestar atenção no momento presente. Quando prestamos atenção de verdade, podemos perceber que nossa mente está constantemente julgando. Por isso, a atitude com a qual prestamos atenção é essencial na prática de Mindfulness. Por exemplo, a atenção pode ter uma qualidade fria e crítica ou uma qualidade compassiva e de coração aberto. São essas duas últimas qualidades que nos possibilitam deixar aflorar o melhor de nós, da nossa humanidade – é isto que queremos quando falamos sobre Mindfulness.

Esses três elementos não estão separados – eles se entrelaçam, cada um forma e alimenta o outro. Mindfulness é esse processo momento-a-momento.


2 respostas para “ARTIGO: Três elementos chaves em Mindfulness”

  1. Olá querida Cleide, espero que esteja em paz. Aqui é Juliana Bizare, uma das professoras que desenvolve um trabalho com Mindfulness em Nazaré Uniluz.
    Primeiro peço desculpas pela demora em responder. E agora respondendo a sua questão:
    Quando cultivamos a atenção plena nas nossas vidas, não pretendemos estar presentes 100% do tempo. As divagações da mente são perfeitamente naturais e reconhecê-las faz parte do processo. Então, de maneira bem sucinta, pois sua questão é bem interessante e tem muita coisa a ser dita, nossa prática é ter a intenção de prestar total atenção ao que estivermos fazendo. E quando a mente se afastar do que estivermos fazendo, simplesmente a trazemos de volta, quantas vezes forem necessárias.
    Com o exercício da atenção plena estamos sempre recomeçando, sempre voltando para o aqui e agora – e esse voltar que é nossa prática. Esse voltar que fortalece nosso músculo da presença.
    Espero que tenha esclarecido sua dúvida. Mas se ainda tiver qualquer outra questão, fique bem à vontade para entrar em contato novamente.
    Grata pelo seu interesse na prática de Mindfulness de Nazaré Uniluz!
    Abraço, Juliana.

  2. cleide disse:

    Boa tarde

    Dúvida, presença plena, isso a todo o momento? 100%, já ouvi de mais de 01 profissional que o cérebro precisa descansar, por isso, o tal do piloto automático…aquele que percebemos quando fazemos algo de forma mecânica, como chegar todos os dias ao trabalho e nem lembrar como isso aconteceu..

    Se puder responder agradeço, se não agradeço assim mesmo

    Cleide

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *